psique e suas nuances

psique e suas nuances

sábado, 4 de julho de 2015

Psicoterapia e Preconceito.

O preconceito existe e ainda vai existir por muitos anos. A psicologia é uma área relativamente nova, em desenvolvimento e que vai ganhando força a cada ano. Existem alguns mitos que rondam o psicólogo e o processo terapêutico em si, como por exemplo, psicólogos não tem problemas, a terapia é eterna, o psicólogo lê mentes, entre outros…
Vamos conversar neste texto sobre estas questões e desmistificar o psicólogo e sua forma de trabalho.
Um Psicólogo não têm problemas: Existe uma grande desinformação sobre qual é o papel do psicólogo. Creio que ainda somos vistos como “pessoas que ajudam os outros a resolverem seus problemas”, ou seja, pessoas que possuem soluções para tudo. Sendo assim, porque nós teríamos algum problema?
Fique tranquilo, possuímos problemas e dificuldades, indecisões assim como vocês faz parte da condição humana, nós também precisamos de psicólogos!
- Psicólogos podem receitar medicamentos.

Não. Muitos psicólogos possuem um vasto conhecimento médico/farmacêutico, mas que pode ser utilizado apenas como um suporte as questões trazidas pelo paciente, afinal, a partir da medicação tomada pelo paciente o psicólogo consegue compreender alguns sintomas relatados e perceber qual a melhor hora de encaminhar para outro profissional, buscando um atendimento multidisciplinar.

– Somente, pessoas com problemas procuram por terapia?


Com toda certeza não!  Mas, partindo do pensamento de que todos nós temos problemas, questões a serem trabalhadas e melhoradas, poderíamos dizer que as pessoas que buscam terapia possuem pontos que possam ser desenvolvidos. Muitas vezes sua vida está boa, mas você quer deixa-la melhor…
Que tal procurar um psicólogo? Sempre, recomento que seja por indicação de um médico conhecido ou de um Psicólogo amigo, caso você conheça um Psicólogo e seja seu amigo, ele não lhe atenderá, a menos que seja em caso de calamidade pública. (Código de ética do Psicólogo)

 - A terapia dura para o resto da vida.
Temos a impressão de que a terapia é algo eterno ou no mínimo, algo que vai demorar certo tempo para surtir algum efeito. Tudo depende do seu envolvimento, sua resiliência e o quão suas questões estão “cristalizadas” (conceito da fenomenologia).


Quanto mais vontade de mudança você demonstrar, mais aberto a mudanças você for, mais rápido o seu processo terapêutico chegará a um resultado positivo.
 - O psicólogo lê mentes?

Ao contrário, do que somos esperados por muitas pessoas, nós não lemos mentes. Talvez pelo fato de estarmos bem familiarizados com os sintomas causados pelos transtornos psicológicos, acabamos relatando exatamente o que o paciente está sentindo, e assim, passamos esta impressão.
O que chamam de leitura de mente, nós chamamos de anos e anos de estudo e dedicação.
- Crianças não devem “passar” no psicólogo
Pelo contrário, se seu filho sobrinho, vizinho está apresentando alguma dificuldade, seja ela cognitiva, social ou afetiva indique que o responsável procure um psicólogo. Muitas crianças apresentam questões que precisam ser trabalhadas e fortalecidas, o psicólogo irá ajudar da forma mais adequada.

- O psicólogo apenas vai me ouvir?
Uma das técnicas utilizadas no processo terapêutico é a da escuta, afinal, necessitamos ter informações para podermos trabalhar da melhor maneira possível. Existem psicólogos que intervêm mais e psicólogos que intervêm menos durante uma sessão, mas tudo varia de profissional para profissional, de abordagem para abordagem.
 - Foram ao psicólogo, que trabalha com oráculos para adivinhação.
A psicologia não utiliza destas técnicas místicas, que rapidamente preveem o seu futuro e te dão soluções para o seu problema. O processo terapêutico é um processo sério e que demanda esforço de ambos os lados, paciente-terapeuta.
Utilize o dinheiro que seria investido nestas soluções mágicas para começar uma terapia, talvez você perceba que este “amor perdido” não era a pessoa certa para você e que você pode ser feliz vivendo de outra forma. É crime, caso ocorra com você denuncie para o Conselho Regional de Psicologia.
Espero que eu tenha ajudado você a encarar a terapia de outra forma, se você acha que faltou abordar algum mito, alguma dúvida sobre o processo terapêutico deixe nos comentários abaixo e irei respondê-las em um texto futuro, trazendo mais mitos sobre a psicologia.
Essas questões são geralmente levantadas por acadêmicos em Psicologia, mas vale ressaltar, que multas pessoas têm certas crenças referentes à área da Psicologia.

Observação:
Quanto à escolha do Profissional: Primeiro, é importante você saber quem é o profissional que irá atendê-lo, se ele é credenciado no CRP. Não está sofrendo nenhuma sansão ética.
A segunda etapa é se você confia no profissional que irá atendê-lo; Psicólogos não atendem amigos, parentes, colegas.
A última delas recorre a questões éticas graves, o profissional podendo ficar inapto a exercer a sua profissão.
Psicólogos não receitam florais, não trabalham com acupuntura, não leem tarô, não usam nenhum desses artifícios no setting terapêutico.

Psicólogos geralmente não têm símbolos religiosos nas salas de atendimento.

Psicóloga Sônia Furlanetto.